Como fazer as melhores escolhas no supermercado?


A cada dia de trabalho como nutricionista, seja no consultório, nas escolas em que presto consultoria ou nas rodas de conversas com familiares e amigos, vejo a importância e a necessidade de se trabalhar a Educação Nutricional com a população em geral. Faço isso todos os dias no consultório, mostrando aos pacientes embalagens e ensinando-os a lerem e entenderem os rótulos dos alimentos para fazerem as melhores escolhas alimentares. As pessoas têm muitas dúvidas e não entendem muito bem as informações contidas nos rótulos dos produtos.

O rótulo de um alimento é uma forma de comunicação entre o produto e o consumidor. Algumas informações devem obrigatoriamente estar presentes, como a lista de ingredientes, a origem, o prazo de validade, o conteúdo, o lote, a informação nutricional e a informação sobre presença de alérgenos alimentares. Vou destacar alguns pontos importantes das principais informações:

Lista de ingredientes

Está sempre em ordem decrescente, ou seja, o primeiro ingrediente é o que tem em maior quantidade no produto e o último ingrediente é o que tem em menor quantidade. É através da lista de ingredientes que podemos identificar se um produto possui açúcar, adoçantes artificiais, gordura trans, corantes, conservantes e outros aditivos alimentares prejudiciais à sua saúde.

Origem

Através dessa informação você pode saber onde o produto foi fabricado e entrar em contato com o fabricante caso seja necessário. Com essa informação também podemos dar preferência para a compra e consumo de produtos locais, fortalecendo a economia ou que sejam mais próximos da nossa localidade.

Informação Nutricional

É a tabela nutricional, onde aparece a quantidade de calorias, proteínas, fibras, gorduras e sódio. Através dela, você pode fazer comparações com produtos similares e escolher o melhor produto para a sua família. Fique sempre de olho principalmente, na quantidade de fibras e sódio!

Informação sobre alérgenos alimentares

De grande importância para quem tem alergias e/ou hipersensibilidades alimentares. Essa informação deve aparecer em caixa alta ao final da lista de ingredientes do produto, alertando o consumidor da presença ou não desses componentes. Exemplo: CONTÉM GLÚTEN; CONTÉM LACTOSE; PODE CONTER TRAÇOS DE AMENDOIM.

Através desse link: http://www.anvisa.gov.br/alimentos/rotulos/manual_consumidor.pdf você pode baixar um manual elaborado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) com várias dicas, informações e dúvidas mais freqüentes sobre a rotulagem nutricional

Sobre esse assunto, valem algumas considerações:

  • Lembre-se que o melhor alimento para a sua saúde é aquele que não vem em embalagem!
  • MENOS É MAIS! Quanto menos ingredientes um produto tiver, melhor!
  • Fuja de produtos que tenham na lista de ingredientes os seguintes nomes: gordura vegetal hidrogenada, gordura trans, gordura interesterificada, gordura hidrogenada. São gorduras criadas em laboratório e que trazem muitos riscos à saúde!

Converse com seu nutricionista, peça informações, peça que ele te ensine a ler o rótulo. Aprender é a única forma de fazer as melhores escolhas!

Beijos da Nutri!

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *